SIMPÓSIO

Falar de conservação dos Oceanos em Português 

A AIMM - Associação para a Investigação do Meio Marinho, em parceria com Ocean Hub Portugal, está a dinamizar o simpósio “Falar sobre conservação dos Oceanos em português” como forma de comemorar o dia 5 de Maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa e Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). 

O objetivo deste simpósio é promover a partilha e dar a conhecer ao mundo as diferentes iniciativas e projectos relacionados com a conservação dos oceanos nos vários países que pertencem à CPLP. Contamos com a presença de oradores de 7 países, vindos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe. Cada orador irá partilhar conhecimento durante 15 minutos, onde haverá uma breve oportunidade de interação com os participantes. O programa do evento está detalhado em baixo, sendo que as palestras estão alinhadas consoante os fusos horários locais, para maior conveniência de cada um dos oradores. 

Nota:  Este simpósio tem inscrições limitadas e vai ser transmitido em directo no zoom.
O Simpósio será gravado e disponibilizado posteriormente nas redes sociais da AIMM. 

Agradecemos a todos os oradores que se disponibilizaram para comemorar este dia connosco e dar o seu contributo neste simpósio. 

Este simpósio online e gratuito é dirigido a todos os amantes da natureza. 

PROGRAMA

As horas indicadas são referentes a GMT+1, hora de Portugal.

10:30-11:00  (GMT+1)

Notas de abertura

Dr. Diogo Veríssimo | O comportamento humano como chave para a conservação da biodiversidade

10:00-10:30

(GMT+1)

Boas-vindas e Introdução
AIMM + Ocean Hub Portugal

11:00-11:15 (GMT+1)

Moçambique

Drª. Diana Rocha | Avanços na pesquisa e conservação marinha em Moçambique

11:15-11:30 (GMT+1)

Angola

Profª. Drª. Carmen Van-Dúnem Santos | A saúde dos oceanos e os desafios do ensino sobre conservação e o desenvolvimento sustentável

ORADORES

11:30-11:45 (GMT+1)

Portugal

Profª. Drª. Cristina Brito | Uma história ambiental de mamíferos marinhos no Atlântico

11:45-12:00

(GMT+1)

Discussão

12:00-12:15

(GMT+1)

Intervalo

12:15-12:30

(GMT+1)

Guiné-Bissau

Drª. Aissa Regalla de Barros | Conservação e Investigação Marinha no Arquipélago

dos Bijagós

12:45-13:00

(GMT+1)

Cabo Verde

Dr. Tommy Melo | Áreas Marinhas Protegidas em Cabo Verde, conquistas e desafios

ORADORES

12:30-12:45

(GMT+1)

São Tomé e Príncipe

Prof. Dr. Hugulay Albuquerque Maia | Um arquipélago que Darwin não visitou: o hotspot de biodiversidade marinha

13:00-13:15

(GMT+1)

Brasil

Drª. Maíra Borgonha| Projeto Meros do Brasil: desafios e conquistas na conservação
do “senhor das pedras”

13:15-13:30

(GMT+1)

Discussão

13:30-14:00 (GMT+1)

Encerramento
AIMM + Ocean Hub Portugal

CONHECE OS NOSSOS ORADORES

Conhece os nossos Oradores

GET TO KNOW OUR SPEAKERS

XS Diogo_Verissimo.jpg
website_icon.png
twitter_icon.png
10:30 (GMT+1)
ORADOR DE ABERTURA | Dr. Diogo Veríssimo

O comportamento humano como chave para a conservação da biodiversidade

Diogo Veríssimo é especialista em marketing da conservação e utiliza princípios e teorias de marketing para influenciar o comportamento humano e mitigar as ameaças que a biodiversidade enfrenta. Actualmente é Investigador da Universidade de Oxford e Director de Marketing da Conservação da ONG On the EDGE Conservation. O seu portfólio inclui a concepção e/ou avaliação de vários projectos que induzem a alterações de comportamento, alguns destes focados em questões como a redução da procura por produtos ilegais de vida selvagem e outros focados na exploração de novas ferramentas digitais, como jogos virtuais ou influenciadores digitais. Em 2016 foi reconhecido pela Commission of Education & Communication da UICN com o prémio Young Professional Award, e em 2017 pela Society for Conservation Biology com o prémio Early Career Conservationist Award. Até recentemente foi Vice-Presidente da International Social Marketing Association.

Conhece os nossos Oradores

GET TO KNOW OUR SPEAKERS

Diana Rocha pic.jpg
website_icon.png
facebook_icon.png
linkedin_icon.png
11:00 (GMT+1)
MOÇAMBIQUE | Drª. Diana Rocha

Avanços na pesquisa e conservação marinha em Moçambique

Diana Rocha é Moçambicana e Bióloga. Frequenta o terceiro ano do doutoramento  na Escola do Ambiente, Geografia e Geociências da Universidade de Portsmouth. 

Concluiu a sua licenciatura em Biologia (2009) na Universidade Game Filho, Rio de Janeiro - Brasil, seguida de um mestrado em Gestão de Recursos Marinhos e Costeiros (2017) na Universidade de Portsmouth. Em 2018 iniciou o seu PhD em Turismo Sustentável de Mamíferos Marinhos, tendo como área de estudo a Reserva Marinha Parcial da Ponta do Ouro - Moçambique.

Entre 2010 e 2017 trabalhou como coordenadora de pesquisa e voluntariado e, guia turística e facilitadora de natação com golfinhos para a empresa Dolphin Encountours Research Center, Ponta do Ouro - Moçambique.

Representa também a World Cetacean Alliance (WCA) como coordenadora regional da África subsariana.

Conhece os nossos Oradores

11:15 (GMT+1)
ANGOLA | Profª. Drª. Carmen Van-Dúnem Santos

A saúde dos oceanos e os desafios do ensino sobre conservação e o desenvolvimento sustentável

Prof. Carmen Van-Dúnem dos Santos, doutorada em Biologia Marinha e Aquacultura, Professora Catedrática e investigadora principal em projectos nacionais e internacionais em investigação científica e também investigação aplicada, desde 1988 até à presente data pela Universidade Agostinho Neto, Angola. Ao longo da carreira tem ministrados várias disciplinas em cursos de graduação e pós-graduação assim como tem sido orientadora de monografias e teses de licenciatura, mestrado e doutoramento.

Ao longo da carreira desempenhou vários cargos de gestão na Universidade Agostinho Neto e no Ministério do Ensino Superior de Angola.

Actualmente é Coordenadora da Comissão de Instalação da Universidade do Namibe.

image1.png
website_icon.png
facebook_icon.png

Conhece os nossos Oradores

2020_Cristina Brito_Museu do Mar de Casc
11:30 (GMT+1)
PORTUGAL | Profª. Drª. Cristina Brito

Cristina Brito é Professora Auxiliar no Departamento de História da NOVA FCSH, Lisboa, e Diretora do CHAM - Centro de Humanidades. Cristina Brito tem vindo a usar uma abordagem interdisciplinar, comparativa e transcultural nas suas pesquisas sobre o passado dos oceanos e das interações entre humanos e outros animais. Os seus interesses científicos incluem a história ambiental marinha, história do Antropoceno, e práticas e as perceções tradicionais, indígenas, imperiais e globais relacionadas com a exploração dos ecossistemas marinho, contribuindo para a construção de narrativas históricas sobre os oceanos. É membro da direção da rede internacional OPI - Oceans Past Initiative, da Cátedra UNESCO O Património Cultural dos Oceanos, e investigadora responsável de vários projetos europeus. Obteve recentemente uma Synergy Grant, do Conselho Europeu de Investigação, onde é Investigadora Principal em conjunto com três colegas do Reino Unido. O projeto chama-se 4-OCEANS: Human History of Marine Life (a decorrer entre 2021 e 2027).

website_icon.png
website_icon.png
twitter_icon.png

Conhece os nossos Oradores

image45.jpg
12:15 (GMT+1)
GUINÉ-BISSAU | Drª. Aissa Regalla de Barros

Conservação e Investigação Marinha no Arquipélago dos Bijagós

Aissa Regalla de Barros, de nacionalidade guineense, bióloga de formação, com especialização em Biologia das Populações e dos Ecossistemas, pela Universidade de Metz, França.

Em 2006, tornou-se investigador júnior associado no Centro de Estudos Ambientais e Tecnologias Apropriadas (CEATA) do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisa, com trabalhos na problemática de gestão dos recursos pesqueiros, especificamente na componente ecológica.

Entre 2007-2010, integrou a Célula de Avaliação de Impacto Ambiental (CAIA) como Assistente Técnica para o seguimento e implementação dos Estudos de Impacte Ambiental de projetos de desenvolvimento e Planos de Gestão Ambiental e Social.

Juntou-se ao Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas em 2010, como Coordenadora do Departamento de Conservação e Monitorização da Biodiversidade.

Trabalha na monitorização de espécies emblemáticas e ameaçadas a nível nacional, como as tartarugas marinhas, aves aquáticas migradoras, hipopótamos, chimpanzés, entre outros. Liderou a conceção de um Sistema de Monitorização Ecológica, Económica e Social para 8 Áreas Protegidas do Sistema Nacional de Áreas Protegidas (S-SNAP) da Guiné-Bissau.

Tem competências nos domínios de gestão e conservação da biodiversidade, seguimento das espécies e dos ecossistemas e desenvolvimento de programas e projetos de pesquisa com várias equipas de investigação nacionais e internacionais.

É autora do Sexto Relatório nacional sobre a Diversidade Biológica da Guiné- Bissau.

 

website_icon.png
facebook_icon.png

Conhece os nossos Oradores

12:30 (GMT+1)
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE | Prof. Dr. Hugulay Albuquerque Maia

Um arquipélago que Darwin não visitou: o hotspot de biodiversidade marinha

Hugulay Maia é doutorado em Ecologia pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Actualmente é Professor Assistente da Faculdade das Ciências e Tecnologias da Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP), onde lecciona as disciplinas de Ecologia e áreas associadas. Além disso, Hugulay é ponto focal da USTP para projectos de investigação. Como cientista, os seus principais tópicos de pesquisa são ecologia de comunidades, etnobiologia e conservação, com foco na ecologia de peixes recifais e impactos humanos. O seu interesse é de testar a hipótese de que as assembleias de peixes recifais de São Tomé e Príncipe foram influenciadas por diferentes factores em diferentes escalas de tempo.

Hugulay Abulquerque Maia.jpg
facebook_icon.png

Conhece os nossos Oradores

12:45 (GMT+1)
CABO VERDE | Dr. Tommy Melo

Áreas Marinhas Protegidas em Cabo Verde, conquistas e desafios

Tommy Melo é Co-fundador da ONG Biosfera para a Conservação da Natureza em Cabo Verde. Uma ONG criada em 2006 que hoje detém diversos prêmios nacionais e internacionais pela excelência do trabalho realizado e pelos resultados alcançados. Biólogo, mergulhador, pescador, surfista e entusiasta do mar; onde ele começou um trabalho em favor de sua conservação desde cedo por meio de pesquisa científica, conservação ativa, programas educacionais, lobbies políticos e desenvolvimento comunitário. Actualmente, dedica-se a criar, implementar e melhorar o Sistema MPA do seu país, desenhando formas de co-gestão participativa, orientando as comunidades no fortalecimento das suas capacidades para práticas sustentáveis, Economia Azul e Circular. Este ano vai abrir uma linha de produtos com o objetivo de valorizar os produtos da pesca artesanal cabo-verdiana, numa tentativa de apoiar as boas práticas de pesca e devolver dignidade e esperança aos pescadores.

TOMMY1.jpg
website_icon.png
facebook_icon.png
instagram_icon.png

Conhece os nossos Oradores

maria_borgonha.jpeg
website_icon.png
facebook_icon.png
instagram_icon.png
13:00 (GMT+1)
BRASIL | Drª. Maíra Borgonha

Projeto Meros do Brasil: desafios e conquistas na conservação

do “senhor das pedras”

Maíra Borgonha é Oceanógrafa, Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente. É coordenadora geral do Projeto Meros do Brasil desde 2012 e membro dos conselhos executivo e científico do Instituto Meros do Brasil. Atua na conservação da biodiversidade marinha e da fauna ameaçada de extinção, em especial dos meros, por meio da educação para a natureza, do mergulho científico, comunicação, ciência cidadã e da etnoecologia. 

Em parceria com